X

Contato


Endereço: Rua Fernão Dias, 105 - Pinheiros - São Paulo


AUTORES

Em construção

Estamos trabalhando nessa área

PARCERIAS

Buscando possibilidades de boas parcerias numa união verdadeira na qual o interesse é o conhecimentoe o saber, a Editora Yagé estreita laços e firma alianças com pessoas, empresas ou instituições que compartilham algo em comum com as nossas publicações e ações.

Em construção

Estamos trabalhando nessa área

NOSSOS SELOS

Em construção

Estamos trabalhando nessa área

Quem Somos

A Editora Yagé nasce acreditando na nobre arte de fazer e publicar bons livros, navegando por igarapés desconhecidos e florestas pouco exploradas. Por esse motivo, vamos encontrando novos autores e suas obras, consideradas pedras preciosas que ornam o trono interior de cada leitor com o brilho do conhecimento. Além disso, sintetizamos o conceito na máxima “O Impresso Está Vivo!”, que define nosso parâmetro e pensamento enquanto editora.

O que fazemos

Publicamos e apoiamos pesquisas no mercado editorial de gêneros nos quais acreditamos, e é por isso que nossos selos estão intimamente relacionados e buscam aproximar e integrar conhecimentos, para, assim, atender às expectativas físicas, mentais e espirituais dos nossos leitores, além de fomentar a diversidade cultural através dos livros. Processos enxutos de distribuição e logística para poder esgotar obras também é algo que levamos em consideração, e, por esse motivo, adotamos a medida de imprimir uma quantidade de livros adequada para não acumularmos grandes estoques.

×

Bença Padrinho


A história do expansor da religião do Santo Daime



“…Nos últimos anos, temos visto um crescente interesse pela história e pelo desenvolvimento da doutrina do Santo Daime. Muitas reportagens escritas, não só no Brasil como em diversos outros países. Alguns estudantes do curso superior, principalmente da área de antropologia, têm defendido teses. Também livros são escritos, alguns bem fundamentados, outros de grande superficialidade…”


Lucio Mortimer


Conheça o livro

"...No final do século XIX e no começo do XX, a borracha nativa da Amazônia fez a fortuna de muitos aventureiros: os seringalistas. Melhor explicando, isto se passou entre 1870 e 1910. A região do Alto Juruá, acima de Eirunepé, foi explorada e dividida em três grandes seringais comandados por famílias de espanhóis, portugueses e italianos. Os espanhóis, liderados por João Caeta- no Gomes, abriram o seringal New York; os portugueses, o Washington e os italianos, o Reconquista..."

Detalhes Técnicos

264 pág. Formato 14x21cm. Papel Offset 90g

Leia o primeiro capítulo

  Pág.: /  

Produtos Relacionados

0